FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO E PREMIAÇÃO DOS CINQUENTINHAS DA APE 2017

Os convites com os indicativos e mapa (no verso) da Festa dos Cinquentinhas estão sendo entregues.

A tão esperada festa do Campeonato Paranaense de Cinquentinhas, o maior do mundo, já tem data e local pra acontecer: será no dia 7 de dezembro, uma quinta-feira, a partir das 19h30, no Salão de Eventos Roma, na Colônia Zacarias, em São José dos Pinhais. Na ocasião, estará acontecendo a Festa de Confraternização e Premiação da APE 2017, promoção conjunta do jornal Balançando a Rede, site Talentos na Bola, com apoio da APE – Associação Paranaense do Esporte.

Estarão sendo homenageados e reconhecidos com lindos troféus Clubes, Atletas, Comissões Técnicas, Dirigentes, Árbitros, Assistentes, Delegados, Imprensa e Personalidades que se destacaram e contribuiram para o sucesso dos certames ao longo do ano.

Será uma noitada inesquecível de confraternização do melhor campeonato do planeta, onde os próprios responsáveis pelas equipes indicarão seu maior destaque, além de homenagens dos organizadores aos presidentes campeões, técnicos campeões, artilheiros e goleiros menos vazados nos diversos certames da APE.

Ao todo, cerca de 70 pessoas serão homenageadas, logo após o jantar com cardápio* de excelente qualidade.

Convites e Reservas com Jorge, fone 99111-8491. (Até o dia 18/11/18).

Valor: R$ 50,00 (Individual).

Apresentação: Paulo Cesar Tiemann

Fotos: Kiu Fotografias (Valquir Aureliano)

Comissão da Festa:

Contatos poderão ser feitos com eles:

Leonides Dreveck

Jorge Dib

Toninho Silva

José Navarro Peres – Jandaia

Eli Suldovski

Dirceu Maschio

Rudimar Bertotti

Jorge Luiz da Silva

 

Leia Mais

CINQUENTINHAS: CAPÃO RASO VENCE O BOTAFOGO E FORÇA A TERCEIRA PARTIDA

Capão Raso deu o troco no Botafogo, forçando a terceira decisão do título e agora vai com a vantagem do empate, em seu campo. (Foto: Jorge Luiz da Silva).

Com uma competente performance, o Capão Raso venceu o jogo da volta contra o Botafogo, por 2×1, e conforme o regulamento, levou a decisão do Campeonato Paranaense de Seniores, o famoso Cinquentinhas, para uma terceira e definitiva decisão.

A finalíssima está marcada para o sábado, 11 de novembro, pulando o próximo, 4/11, em virtude do feriado, onde o time de Juarez Mocelin, joga pelo empate pra levantar o caneco pela sétima vez. Ao Botafogo só resta a vitória pra ser bicampeão.

Atípico – O jogo mal começou e o Capão Raso abriu o placar, aos 3 minutos. Aos 9′, seu goleirão João Edilson, voou e fez uma grande defesa mas na queda bateu a cabeça na região da fonte, no pé da trave, começando aí um verdadeiro drama compartilhado por toda torcida presente no estádio.

Mas, em condições físicas duvidosas, João Edilson continuou em campo!

1×0 – Aos 3′, Laguna cobrou escanteio, a zaga do Bota tentou tirar, deu rebote por duas vezes, sobrando pra Adoilson na pequena área, bater com sucesso entre os vários botafoguenses à sua frente.

Era tudo que o Capão precisava. Era tudo que o Bota não esperava!

Acidente – Aos 9′, o Botafogo queria o empate e mandou uma bola ao gol de João Edilson. O goleiro fez uma portentosa defesa no ângulo, salvando sua equipe. Na queda aconteceu o citado acidente.

O jogo ficou paralisado cerca 15 minutos para que o goleiro se recuperasse. Depois disso, em condições duvidosas ele insistiu em continuar em campo. O Botafogo não chutou nenhuma bola em sua meta até o apito final do 1.º tempo.

Após um intervalo maior que o normal, Mocelin entrou no lugar de João Edilson, que saiu a contra-gosto, visivelmente em estado crítico e segundo os companheiros, com síndrome de pânico.

O drama do goleiro continuou no vestiário. Quando o Siate chegou o Capão aumentou o placar. Ele saiu olhando pro campo, mas sem entender o que estava acontecendo à sua volta. Sua memória apagou, em relato dele, nesta segunda-feira.

2×0 – Adoilson, novamente pegando uma sobra marcou mais um, aos 13′.  Depois levou o jogo em banho-maria, com amplo domínio.

2×1 – Para o Botafogo nada deu certo, numa inversão inacreditável do jogo anterior. Só aos 45′, o Bota diminuiu através de Vilmar. De fora da área e pelo alto, ele chutou. A bola foi direto pra dentro do gol de Mocelin, que não conseguiu detê-la. Mas já era tarde. Fim de jogo com vitória justa do Capão Raso, pra alegria de sua grande torcida.

Arbitragem segura de Anderson Conde, auxiliado por Adilson Almeida Maciel e Guilherme Russo. Na mesa, a perfeição de sempre com Eli Suldovski.

A lamentar somente a demora da chegada do Siate, que foi chamado por várias pessoas e chegou cerca de 40 minutos depois, deixando nesse período todos angustiados, pois o goleiro apresentava quadro assustador.

Porém, foi bem atendido no Hospital do Trabalhador (HT), onde fez tomografia e outros procedimentos, saindo no início da noite de sábado para o convívio familiar.

Segundo Adilson Wosniak, seu grande amigo, que o acompanhou ao HT, João Edilson está bem, dando sinais que poderá vestir a camisa do Esquadrão de Aço na próxima partida.

Capão Raso: João Edilson (Mocelin); Marino (PC Jatobá), Lume (Zeca), Leonardo e Laguna (a); Figueiredo (a), João Caverna (Nei) e Roney (c); Ronaldo Lobisomem (Paulinho), Ezequiel e Adoilson (Saulo). Mais: Jecé; Almir, Róberson, Marquinhos e Gerson. Técnico: Zezão. Aux.: Amilton. Mas.: Jecé. Roupeiro: Ade.

Botafogo: Edimar; Migalha, Celinho (c), Irlan e Ademir; Cabelinho, Vilmar (Clóvis), Néia (Carlos Alberto Dias) e Ádio (Juninho); Jefferson Kramer e Marco Aurélio (Paulinho). Mais: Gilson, Leitão, João, Índio, Goiaba, Da Gama e Pedralli. Técnico: Diógenes. Auxs.: Willian e Gil. Mas.: Chula.

Ronaldo Lobisomem corre abraçar Adoilson, que abriu o placar e depois aumentou, garantindo a vitória do Capão Raso.
A marca da batida de João Edilson na trave ficou visível, assustando a todos dentro de campo. Mas ele insistiu e ficou em campo até o final do 1.º tempo.
A bola chutada por Vilmar veio pelo alto enganando Mocelin, que ficou sem ação. Mas a reação veio muito tarde, sem tempo pra mais nada.
Bom duelo entre Ezequiel (9) e Cabelinho. Desta vez, aquele saiu vencedor.
Torcida de ex-craques presente no José Carlos de Oliveira Sobrinho, que deverá voltar dia 11/11.
Pelos lados do Botafogo, a torcida se fez presente também e até com faixa de apoio. Devem voltar após o feriado.
Edo Caveirinha e Charles Krüger, da Capital Sul FM pontificando mais uma vez na decisão.
Matando a saudade dentro das quatro linhas, o narrador Marco Aurélio Chicora fez as reportagens pra Capital Sul FM.
Paulão e Neizinho craques do Flamengo com o cronista esportivo, consagrado Paulo César Tiemann.
Diógenes e Willian, dois dos grandes responsáveis pelo sucesso do Botafogo.

Leia Mais

FESTA DAS NAÇÕES NA IGREJA DO PORTÃO

Pequeno cartaz da quarta edição da Festa das Nações da Igreja Senhor Bom Jesus do Portão.

Uma baita dica: Neste sábado e domingo, dias 28 e 29 de outubro, as várias lideranças da Igreja do Senhor Bom Jesus do Portão promovem em conjunto com sua comunidade, a 4.ª Festa das Nações.

A expectativa é de receber mais de quatro mil pessoas, como foi no ano passado. Todos são convidados, especialmente os 45 mil moradores do populoso bairro.

Países como Itália, Estados Unidos, Japão, Polônia, Síria, Portugal, Itália e claro, o Brasil, entre outros, estarão sendo representados em barracas, com suas Comidas Típicas, Grupos de Dança, Música, etc..

O evento, com entrada grátis, acontece no salão de festa, em baixo da Igreja Nova, na Rua João Bettega, 206, esquina com a Via Rápida sentido bairro, com amplo estacionamento.

O início está marcado para as 14 horas deste sábado, indo até 21 horas. No domingo, a festa recomeça às 10 horas tendo seu final por volta de 21 horas.

Leia Mais

BOTAFOGO SAI NA FRENTE NA DECISÃO DO CINQUENTINHA

Botafogo venceu o Capão Raso por 2×0 com sobras. Joga a partida da volta sábado que vem podendo empatar pra ser campeão de 2017. (Fotos: Jorge Luiz da Silva).

Com a presença de autoridades locais, notadamente do vice-prefeito e secretário de Obras e Viação, Thiago Bührer e de seu pai, o deputado federal Francisco Bührer, o Botafogo, de São José dos Pinhais venceu o Capão Raso, sábado cedo no belo Estádio Municipal do Pinhão, por 2×0, no jogo de ida da Final do Campeonato Paranaense de Seniores, o famoso Cinquentinha, da Associação Paranaense do Esporte – APE, dirigida por Leonides Dreveck, também presente, juntamente com seus dirigentes Toninho Silva e Eli Suldovski.

Com a estupenda vitória, o alvinegro de São José dos Pinhais, joga com o benefício do empate, pra se sagrar campeão de 2017, no jogo da volta, sábado que vem no Estádio José Carlos de Oliveira Sobrinho, do Capão Raso.

Em caso de vitória do Capão Raso, haverá uma terceira partida pra decidir quem será o campeão do ano, na qual o Capão joga pelo empate, devido a melhor pontuação ao longo do famoso campeonato.

O jogo – Desde o início, ao apito final do árbitro, o Botafogo mandou na partida, ficando até barato o placar de 2×0. Um dos motivos foi a ausência da dupla João Caverna, meio-campo e Laguna, atacante no Capão. Apesar de contar com Adoilson e a estreia de Saulo, na etapa final, o Capão sentiu bastante a falta dos dois.

Por outro lado, o Botafogo realizou uma de suas melhores apresentações, senão, a melhor, com vários destaques: em primeiro, o meia-atacante Carlos Alberto Dias, quase uma unanimidade, mesmo atuando apenas o segundo tempo; em seguida, Cabelinho e Ademir; e ainda Vilmar e o capitão Celinho.

Completando, Irlan, Pedralli, Ádio e Jefferson Kramer também foram muito bem, sem que os demais destoassem.

No Capão, apesar da voluntariedade de todos, o time não teve o mesmo brilho de outras jornadas, tanto que o goleiro João Edilson foi um dos melhores, evitando um placar mais dilatado. Enquanto isso, o goleiro Edimar, do Bota, foi mais um espectador privilegiado.

Disperso, o time perdeu o duelo no meio de campo e quase não chegou no ataque. Criou poucas oportunidades e sua defesa foi o que de melhor o time apresentou.

Inacreditável – No primeiro tempo, aos 26′, o Botafogo acertou com Jefferson Kramer, em tiro cruzado, as duas traves do Capão. A bola foi parar nas mãos do goleiro João Edilson, caído.

1×0 – A defesa do Capão teve bastante trabalho e conseguiu segurar o ímpeto do Bota no 1.º tempo. Mas aos 9′ iniciais da segunda etapa, num escanteio cobrado por Carlos Alberto Dias, Figueiredo, um de seus  destaques, teve a infelicidade de cabecear contra sua meta, numa acirrada disputa com o capitão do Botafogo, Celinho, pelo alto.

2×0 – De tanto insistir, o time da Estrela Solitária, fez o segundo: aos 48′, Ádio fez grande jogada pelo miolo de ataque e serviu Vilmar na esquerda. Este bateu forte, cruzado lacrando o placar final.

Nota 10! – Sidnei Bombílio teve uma excelente arbitragem, muito bem auxiliado por Tiago de Oliveira e Thiago Ferreira. Na mesa, a eficiência de sempre de Eli Suldovski.

Botafogo: Edimar; Migalha, Celinho (c), Irlan e Ademir; Cabelinho, Pedralli (Ádio) e Néia (Carlos Alberto Dias) (a); Jefferson Kramer, Marco Aurélio (Paulinho) e Vilmar (a). Mais: Gilson, Goiaba, João, Juninho, Leitão e Índio. Técnico: Diógenes Pereira. Dir.: Gil de Lima. Mas.: Chula.

Capão Raso: João Edilson; Marino (Saulo), Edson Andrade, Loemir e Zeca (Gerson) (a); Figueiredo, Nei (PC Jatobá), Roney (c) e Adoilson; Ronaldo Lobisomem (Paulinho) e Ezequiel. Mais: Jecé; Almir, Tiza, Marquinhos e Carlinhos Coelho. Técnico: José “Zezão” Benedito de Assis. Dir.: Amilton Freire e Mas.: Sérgio França.

Capão Raso precisa vencer o jogo da volta pra forçar uma terceira partida também em seu estádio, que deverá apanhar um belo público no próximo sábado.
Palmas pro Botafogo que fez uma partida irrepreensível. Este foi seu segundo gol, marcado contra, num lance infeliz de Figueiredo, caído, junto ao goleiro.
Adoilson (11) e seus companheiros não conseguiram deter o time de Cabelinho, Néia (10) e cia.
Carlos Alberto Dias jogou (e como jogou) apenas um tempo, mas foi o suficiente pra sair com unanimidade de melhor da decisão. A bola cola em seu pé.
Sidnei Bombílio (árbitro), ladeado pelos assistentes Thiago Ferreira e Tiago Oliveira, mais os capitães Roney (CR) e Celinho (Bota). Todos foram bem.
Leonides Dreveck, comandante da APE, ladeando os Bührer, Francisco e Thiago, aquele deputado federal, este vice-prefeito e Secretário de Obras e Viação de São José dos Pinhais, pai e filho trabalhando em prol do futebol do município.
Após o jogão, o time se confraternizou, como de praxe, em todas as equipes de Cinquentinhas.

Leia Mais